quarta-feira, 25 de julho de 2012

LRF Portugal - Cavalas

Hoje resolvi fazer mais uns lançamentos, cheguei ao pesqueiro por volta das 6:00, começei por lançar pequenos jigs sem toques, mudei depois para um pequeno vinil de 10g, é um pouco demais para a cana mas ela não se recusou a lançar, parecia um foguete.

Ao fim de 5 minutos já tinha a primeira captura, mais um pouco e outra.

A maré mudou e a corrente era enorme, mudei de zona e fui bater o cimo da água com um pequeno jig de 5g, foi assim que capturei a maior e deixei ainda fugir outra por estar mal ferrada.

Eram 8:40 e estava na hora de voltar que o trabalho espera, mas já deu para começar o dia em beleza.

Segue-se a foto


Vídeo:



4 comentários:

  1. tas a ver...
    eu não te disse que ias sacar cavalas..heehe

    muito fixe ;)

    1 abraço

    ResponderEliminar
  2. Pelo que vi andaste na barra, mas não foste ao spot certo porque senão ias ter ferrado mais cavalas de certeza. o melhor sitio para elas na barra é mesmo lá na ponta, o problema é como te disse...o pessoal que lá pesca.
    Quando vires agulhas á superficie tenta trabalhar o artificial mesmo á tona (max. 80 cm de prof) e vais ver a luta que estes gajos dão.
    Ab.

    ResponderEliminar
  3. Boas Paulo

    Estive, mesmo lá na ponta e do lado do mar, estavam carradas deles mas eu tive um pouquinho para lançar, eles estavam ás cavalas com sardinha mas só sacaram uma boga, foi aí que tive a que desferrou, mas não vale a pena estar no meio de gajos a olhar de lado e mais com um jig de 5g é complicado trabalhar em tão pouco espaço.

    Os agulhas não andavam por lá porque estava um temporal do caroço, as águas estavam mesmo muito grandes

    ResponderEliminar