sexta-feira, 13 de julho de 2012

LRF em Portugal ... Puro divertimento e mais uma nova espécie

O ano passado quando experimentei HRF adorei, nada como material super ligeiro para combater espécies a que não estamos habituados a pescar.

Para a maior parte dos pescadores esta técnica não é compreendida, qual o interesse em capturar peixes demasiado pequenos ou menos nobres? No meu caso o desafio de apanhar com amostras espécies que não estão ao alcance de outros pescadores de amostras já é o suficiente, ontem chegou a minha cana do Japão, uma Major Craft Solpara, pela primeira vez hoje pesquei com o material adequado, o que fiz o ano passado foi adaptar uma cana de achigã de acção fast á pesca LRF, este ano depois da primeira tentativa e de ao fim de apenas 5 minutos ter cravado um peixe rapidamente descobri que não dá, não se pode pescar com linhas 0.08 e querer milagres.

Assim que a vi adorei, esta cana não foi fruto do acaso, foi recomendada pelo Fernando Rodrigues do Blog Pesca ao Engano, foi hoje a testes e passou com distinção.
Cheguei ao pesqueiro ás 7:00 e ás 8:30 já estava a vir para começar a trabalhar ás 9, quando cheguei estavam vários pescadores que por lá tinham pernoitado sem qualquer sucesso, olharam com um ar descrente para o meu cotonete e esboçaram uns sorrisos de gozo.

No entanto gozo tive eu, com picadas atrás de picadas e mesmo pequenos cabozes a dar cabeçadas como se fossem robalões hahahah, giro vai ser quando tirar o meu primeiro peixe de tamanho com aquilo, vai parecer que estou a lutar com um tubarão :)
Aqui fica uma nova espécie para mim ao spinning, um badejo
Foi apanhado com um jig de 5g, é verdade, 5 graminhas mas quando se pesca com 0.08 de multi com um terminar fluro de 0.13 isto voa.


E o vídeo



Sem comentários:

Enviar um comentário